“MasterChef” alcança a liderança e registra a melhor audiência da temporada

IMG_20170426_135924

O episódio desta terça-feira (25) do MasterChef bateu o recorde de audiência da temporada. O talent show marcou 6,4 pontos de média, share de 12,1% e pico de 7,5. A Band conquistou o terceiro lugar no horário (22h32 à 00h52) e ainda alcançou a liderança por 13 minutose a vice-liderança por 20 minutos. No mesmo horário, a Globo marcou 12,6 pontos, SBT 8,6 pontos e Record 5,9 pontos.

Na primeira prova, os cozinheiros precisaram elaborar um menu para o serviço de bordo da Azul Linhas Aéreas Brasileiras. O trio formado por Ana Luiza, Nayane e Vitor B. se saiu melhor e venceu a prova. O cardápio vencedor (entrada de creme de camarão com coco fresco; salmão com crosta de amêndoas, purê de aspargos e molho de limão siciliano como prato principal e maçã de especiarias no creme inglês com biscoito amanteigado de sobremesa) integrará o menu da Azul Business em voos internacionais para Fort Lauderdale/Miami, Orlando e Lisboa a partir de maio.

Na prova eliminatória, o desafio foi preparar o famoso lámen, prato tradicional japonês. Depois de uma aula dos chefs convidados Margarida Haraguchi e Sérgio Ouba, os participantes tiveram apenas 45 minutos para preparar a receita. Abel foi o primeiro competidor doMasterChef a ser eliminado por não cumprir uma das regras do programa: entregar dois pratos para avaliação dos jurados Erick Jacquin, Henrique Fogaça e Paola Carosella e dos chefs convidados.

Em entrevista ao Portal da Band, o diretor de marketing disse que conhecia muito bem o prato e que isso foi o seu calcanhar de Aquiles. “Eu acho que eu me ferrei porque o lámen é um dos meus pratos favoritos. Já comi nos melhores restaurantes do Japão, nos melhores restaurantes de Hong Kong. Eu também comi o melhor lámen de Nova York. Então, eu sei qual é o sabor correto”, explicou.

“Eu sei como ele tem que ser construído e eu acho que eu dancei por isso. O lámen é construído por camadas, não dá para misturar tudo e botar tudo de uma vez [na tigela]. Eu tentei fazer o meu melhor ali. Acho que tinha vantagem quem nunca comeu lámen, porque assim não ia exigir tanto de si mesmo. Infelizmente, não deu tempo”, completou Abel.

Segundo o participante, ele não seguiu um conselho dado pelo chef Erick Jacquin porque não concordava com ele. “Não dá para fazer dois lámens ao mesmo tempo, como ele pediu. Você tem que montar um a um. É igual falar: ‘Monta dois prédios de uma vez’. Só funciona se você tiver duas equipes. Mas, cada equipe vai montar um prédio por vez”, afirmou.

Ao final, Abel garantiu que sai de cabeça erguida da atração. “Não estou triste por ter sido eliminado. Acho que o MasterChef foi uma experiência única, um aprendizado inesquecível. Impagável. O lámen desta semana – apesar de ter entregue apenas um – estava muito gostoso: a massa ficou perfeita. Vou continuar cozinhando, mas só o tempo dirá se vou seguir a carreira na gastronomia”, finalizou.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s