Sem Neymar, CBF pede R$ 15 milhões por amistosos da Seleção e entra guerra contra a Globo

A decisão da CBF de transmitir amistosos da seleção brasileira pelo Facebook, e não mais pela Globo, abalou as estruturas.

Segundo a Globo, o contrato da emissora com a CBF para a transmissão dos amistosos da seleção brasileira se encerrou no final do ano passado. A CBF tinha planos de negociar os direitos dos Amistosos e das Eliminatórias da Copa 2022 na forma de bid (leilão fechado). A rede diz que a entidade recentemente decidiu vender os dois jogos amistosos de junho de forma avulsa. Segundo a Globo, um novo acordo foi tentado, mas não deu certo.

Fontes do mercado contaram ao KTV que a CBF teria pedido cerca de US$ 2,5 milhões (R$ 8,2 milhões) pelo amistoso entre Brasil X Argentina, e mais US$ 2 milhões por mais um jogo na Austrália, cerca de R$ 6,6 milhões. Somados, os direitos de transmissão dos dois amistosos custariam algo em torno de R$ 15 milhões, isso sem contar os gastos com a transmissão em si, que envolve viagens, estrutura, equipe…

Detalhe: a Seleção vai jogar sem uma de suas maiores estrelas : Neymar. O craque não poderá participar dos amistosos em questão.

O valor não teria sido aceito pela Globo. E nem por nenhuma outra emissora. Sim, a CBF chegou a conversar informalmente com outros canais para vender esses amistosos para a TV aberta. Além do preço, alto demais, os jogos possuem horários pouco comerciais. Um deles será na faixa das 7h da manhã. E, de quebra, não tem o Neymar.

Na Globo, a perda dos direitos de transmissão coincidiu com a saída do diretor de esportes da emissora.

Em comunicado interno aos funcionários, a rede anunciou a saída de Renato Ribeiro do cargo de diretor da Central Globo de Esportes. A função será ocupada interinamente por Roberto Marinho Neto, diretor-geral de esportes do Grupo Globo.

A Globo a afirma que a saída de Renato nada tem a ver com a perda do amistosos da Seleção, mas é fato que a relação com a CBF azedou. A Confederação agora negocia exibir as partidas em um dos grandes rivais comerciais da Globo na atualidade, o Facebook.

A Globo diz que o futebol sempre foi um conteúdo importante para o brasileiro e, por isso, é estratégico para a emissora e o SporTV. O grupo diz que acredita que possui a melhor solução de visibilidade para os eventos envolvendo a Seleção, mas respeita que a CBF pense diferente.

De birra, a CBF está finalizando um contrato que dará direito a TV Brasil de transmitir os dois jogos da Seleção brasileira em Melbourne, nos dias 9 e 13 de junho.

O contrato não prevê exclusividade na transmissão e define que a CBF ficará responsável pela geração de imagens e a narração das partidas.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s